Em Nápoles, Papa defende um “Pentecostes teológico”

Francisco afirmou que só é possível fazer teologia de joelhos, e que sem comunhão e compaixão, alimentadas pela oração, a teologia perde sua alma e inteligência.

Leia mais.
Categorias: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *